quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Lançamento em Curitiba



Morei em Curitib
a durante cinco anos. Minhas filhas passaram boa parte da infância lá. Mas nessa época ainda não havia a livraria Bisbilhoteca. Bom, só esse nome já diz tudo, né? Eu nem pensei duas vezes quando a dona, Cláudia Serathiuk, me propôs um lançamento do “Por que Heloísa?” na toca dos curiosos, dia 13 de outubro.

Na verdade, a grandiosidade e o charme da livraria não podem ser vistos plenamente por essa foto. A porta da entrada, garimpada em um ateliê de restauração de móveis antigos, tem mais de 100 anos e veio de uma demolição de Paranaguá. Funciona como uma espécie de portal que nos leva a um mundo de sonhos literários infantis. Um buraco para o país de Alice.



A homenageada da tarde foi minha filha Luísa, musa inspiradora do livro.







Essa dupla empalhaçou o evento.






Giovana com um ou dois enes?





Até amigas de infância apareceram magicamente por lá. Deve ser o efeito bisbilhoteca.





Esse foi só para bisbilhotar, mas saiu com um "Por que Heloísa?" na mão.

4 comentários:

disse...

Parabéns Cris! Estou adorando o sucesso do livro. E quando for a Curitiba, não vou deixar de visitar essa livraria. Bjs

Selma disse...

A Luisa é linda demais! E o livro já não sai da minha cabeceira!
Abraços!

Léo disse...

Oi Cristiana.

Mundo pequeno este. calma, logo eu te digo pq.
primeiro, parabanés pelo teu livro. pelas noticias do blog,ele vai de vento em polpa.
Bom, quanto ao mundo pequeno; lendo as matérias, me deparei neste post com esse dois palhaços no lançamento do seu livro em Curitiba.
E que surpresa reconhece-los. Os dois são velhos amigos. Estudamos teatro em aqui na nossa cidade, Taubaté, e a uns cinco anos, esses dois, mais uma trupe, foi estudar teatro na faculdade federal em Curitiba, e que felicidade vê-los trabalhando na apresentação de um livro tão bacana.

Bom, é isso.

Boa ventua para vc e até a próxima.

abs

Marcelo disse...

Cris sua filha é uma linda, adorei falar com vc e descobri q meu blog é ainda um nene, rs. Pessoas como vc me dão forças para continuar com este projeto, obrigado sem palavras bjbj